Concreções nos rins: o que é, causas, tratamento e prevenção

Concreções nos rins: o que é, causas de ocorrência, como tratar e quais métodos de prevenção existem. Informações detalhadas sobre o diagnóstico e tratamento de concrementos na direita, à esquerda e nos dois rins.

As concreções renais são formações de pedras no trato urinário que podem causar síndrome da dor aguda, distúrbios urinários e outros problemas de saúde. É uma condição comum que pode ser causada por vários fatores, como hábitos alimentares, níveis de água e uréia, atividade física e fatores genéticos.

Os principais sintomas das concreções renais são dor de flanco, náusea, vômito, micção frequente, diminuição do volume da urina e mudança na cor da urina. O sangue na urina também pode ser observado e a temperatura corporal aumentará com falha urinária aguda e infecção geniturinária.

Vários métodos podem ser usados para tratar concreções renais, dependendo do tipo e tamanho das pedras, bem como das características individuais do paciente. O tratamento pode incluir dieta, aumento da ingestão de água, atividade física, medicamentos, drenagem e procedimentos cirúrgicos. É importante começar o tratamento o mais cedo possível quando os sintomas parecem evitar o risco de complicações como infecção ou formação de pedra adicional.

Aprender sobre os sintomas e tratamentos para concreções renais é um fator importante na manutenção de um sistema geniturinário saudável. Consultas regulares com médicos e realizando os testes e exames necessários ajudarão a detectar alto risco de doenças no tempo e impedir sua ocorrência.

Contents
  1. Concreções nos rins: quais são os sinais da doença, possíveis causas e métodos eficazes de tratamento
  2. O que são concreções renais?
  3. Sintomas se você tiver concreções renais
  4. Quais métodos de diagnóstico podem ajudar a determinar a presença de concreções?
  5. Que fatores podem levar à ocorrência de concreções renais?
  6. Nutrição adequada para prevenir concreções renais
  7. Quais são os diferentes tipos de concreções e como eles se formam?
  8. Tratamento de pedras nos rins
  9. Medicamento
  10. Litotripsia extracorpórea (ECL)
  11. Tratamento laparoscópico
  12. Cirurgia aberta
  13. Medicamentos para tratar concreções renais
  14. Litotripsia extracorpórea para concreções renais
  15. O que é litotripsia extracorpórea?
  16. Como é realizada a litotripsia extracorpórea?
  17. Quais são os benefícios da litotripsia extracorpórea?
  18. Como a remoção cirúrgica das concreções é realizada?
  19. Como posso impedir que as concreções renais se formem?
  20. Especialistas envolvidos no diagnóstico e tratamento de cálculos renais
  21. Como determinar a probabilidade de formação de concrito e como neutraliz á-los?
  22. É possível tratar concreções renais por conta própria?
  23. O que pode acontecer ao ignorar as concreções renais?
  24. Vídeo sobre o assunto:
  25. Q & amp; A:
  26. Que sintomas as concreções renais causam?
  27. Quais são as causas das concreções renais?
  28. Quais são os métodos mais eficazes de tratamento de concreções renais?
  29. Qual é o papel da nutrição na ocorrência de concreções renais?
  30. Existem dietas especiais para prevenir pedras nos rins?
  31. O fator genético afeta a ocorrência de concreções renais?
  32. Quanto tempo o tratamento pode durar o tratamento para as pedras nos rins?
  33. Como posso aumentar o efeito preventivo das pedras nos rins?
  34. O papel da hereditariedade e da idade na ocorrência de concreções renais
  35. Como posso evitar a recorrência de concreções renais?

Concreções nos rins: quais são os sinais da doença, possíveis causas e métodos eficazes de tratamento

As concreções nos rins, também conhecidas como pedras nos rins ou urolitíase, são uma doença comum do sistema urinário. Eles se formam a partir de depósitos de minerais e sais nos rins e podem então se mover para a bexiga e os ureteres, causando dor e desconforto extremos.

Os sinais de pedras nos rins podem incluir dor acentuada na região lombar, lateral ou abdômen, dor intensa ao urinar, micção frequente e sangue na urina. Se esses sintomas ocorrerem, você deve consultar um médico para diagnóstico e tratamento.

As possíveis causas de concreções renais podem incluir uma dieta ruim, falta de líquido no corpo, fatores hereditários e outras doenças do sistema urinário. Para prevenção, é necessário controlar sua dieta, beber água suficiente e passar por exames médicos regulares.

O tratamento de concreções pode incluir o uso de medicamentos para tratar a dor e a inflamação, bem como métodos cirúrgicos de remoção de pedra, como litotripsia (quebrando pedras com energia de onda) ou cirurgia minimamente invasiva. Ao passar por tratamento, você deve discutir os possíveis métodos em detalhes com seu médico e seguir suas recomendações.

O que são concreções renais?

As concreções renais são uma das causas mais comuns de condições renais dolorosas. Essas são formações específicas que consistem em elementos cristalinos que se formam nos rins e saem com urina.

Dependendo da composição do nódulo, ela pode ser categorizada como cálcio, urato, cistina, oxalato, etc. Essas formações podem ter formas e tamanhos diferentes – de pequenos cristais a grandes pedras que podem bloquear o trato urinário e levar a complicações graves.

As pedras nos rins são o resultado de vários fatores, como a falta de fluido no corpo, comendo alimentos altamente alergênicos, altas concentrações de minerais na urina e certas condições médicas que causam mudanças na composição da urina.

Você está contando seu IBWC (calorias, proteínas, gorduras, carboidratos)?

Sintomas se você tiver concreções renais

As concreções nos rins podem levar a sintomas desagradáveis. Um dos sinais mais impressionantes e comuns da presença de concreções é esfaquear ou cortar dor na região lombar, o que é frequentemente dado ao abdômen e ao períneo. Em alguns casos, a dor pode ser tão grave que causa vômito e perda de apetite.

Outros sinais de pedras nos rins incluem: um forte desejo de urinar constantemente ou, inversamente, dificuldade em urinar; sangue na urina; aumento da temperatura corporal e uma sensação de fraqueza; e mudanças repentinas na cor ou perfume da urina.

A maioria das pessoas com pedras nos rins experimenta sintomas à medida que as pedras se movem pelo trato urinário. Esse processo pode levar vários dias ou mais, dependendo do tamanho e da localização das concreções. Quando as pedras passam pelos ureteres, eles podem causar dor muito severa que pode durar vários minutos ou até várias horas.

Todos os sintomas acima podem indicar a presença de concreções renais. Se você estiver experimentando esses sintomas, verifique seu médico e seja diagnosticado. O tratamento tardio pode levar a problemas de saúde mais graves, incluindo insuficiência renal ou infecções do trato urinário.

Quais métodos de diagnóstico podem ajudar a determinar a presença de concreções?

São necessários diagnósticos abrangentes para determinar se estão presentes concreções renais. O primeiro método que pode ser usado é o ultrassom. O ultrassom pode ser usado para determinar o tamanho e o número de concreções, sua localização nos rins e seu grau de densidade.

Outro método de diagnóstico é a tomografia computadorizada, que fornece informações mais detalhadas sobre as massas nos rins. Graças à tomografia computadorizada, é possível ver concrementos localizados atrás de estruturas anatômicas ocultas. No entanto, esse método tem um alto custo e aumento da carga de radiação no corpo.

Outro método de diagnóstico é o raio-x, que pode ser usado para determinar se as pedras nos rins estão presentes. No entanto, esse método não é capaz de mostrar uma imagem clara do nódulo, especialmente se seu tamanho for menor que o normal.

Além disso, o diagnóstico pode incluir um teste de urina para verificar os cristais, o que pode ser um precursor do aparecimento de concreções. Os exames de sangue também podem ser ordenados, incluindo testes de bilirrubina e fosfatase alcalina, que podem ser aumentados se houver concreções.

Em alguns casos, outros testes, como punção renal e biópsia, podem ser necessários para fazer um diagnóstico preciso. Para o diagnóstico, é necessário consultar um urologista ou nefrologista, que escolherá o melhor conjunto de estudos em cada caso individual.

Que fatores podem levar à ocorrência de concreções renais?

Falta de ingestão de líquidos. A ingestão insuficiente de líquidos pode levar à formação de cálculos renais. Quando os níveis de fluidos no corpo estão baixos, as pedras começam a coletar sais minerais da urina e, então, o acúmulo desses sais se torna uma massa sólida. Portanto, é muito importante beber bastante água ao longo do dia.

Certas condições médicas. Certas condições médicas, como infecções crônicas do trato urinário ou distúrbios metabólicos, também podem contribuir para a formação de concreções renais. Pessoas que sofrem dessas condições devem monitorar os níveis de minerais e água no corpo para reduzir o risco de desenvolver concreções.

Dieta inadequada. Uma dieta rica em proteínas animais, açúcar e sal também pode aumentar o risco de concreções renais. Pessoas com risco aumentado de desenvolver cálculos devem reduzir a ingestão desses alimentos e aumentar a quantidade de frutas, vegetais e proteínas saudáveis em sua dieta.

Hereditariedade. A hereditariedade também pode desempenhar um papel na ocorrência de concreções renais. Se alguém da família tiver histórico de formação de cálculos, outros membros da família podem ter um risco maior de ter os mesmos problemas.

Estilo de vida sedentário. O sedentarismo e a obesidade podem contribuir para a formação de cálculos renais. Pessoas que levam estilos de vida inativos devem aumentar a atividade física para prevenir problemas renais.

Nutrição adequada para prevenir concreções renais

Nutrição adequada para a prevenção de cálculos renais

Podem ocorrer concreções renais devido a uma dieta inadequada, por isso é importante observar o que você come. A regra básica é consumir bastante água ao longo do dia para evitar a formação de pedras nos rins.

É importante limitar a ingestão de alimentos ricos em oxalato, cálcio e amônio. Por exemplo, você deve limitar o consumo de espinafre, beterraba, rabanete, amêndoas e castanha de caju, pois contêm grandes quantidades de oxalato. O consumo excessivo de laticínios também pode contribuir para a formação de cálculos renais.

Adicionar alimentos que contenham magnésio à sua dieta pode ajudar a prevenir pedras nos rins. Esses alimentos incluem nozes, vegetais verdes e cereais de todos os tipos. Também é importante aumentar a ingestão de alimentos que contenham vitamina B6. Banana, atum e peito de frango são fontes de vitamina B6.

  • Oxalatos: espinafre, beterraba, rabanete, amêndoas, castanha de caju
  • Cálcio: produtos lácteos
  • Magnésio: nozes, vegetais verdes, cereais
  • Vitamina B6: bananas, atum, peitos de frango.

Se você já possui concreções renais, é importante consultar um médico para obter conselhos detalhados sobre sua dieta e saber quais alimentos devem ser excluídos da sua dieta, a fim de impedir que novas concreções se formem e não causar uma exacerbação da doença.

Quais são os diferentes tipos de concreções e como eles se formam?

As concreções (pedras) nos rins podem ter diferentes tipos e formas. Alguns são macios e arenosos, enquanto outros são duros e nítidos.

Existem vários tipos de concreções renais:

  1. Tipo de pedras de oxalato: São pedras compostas de oxalatos de cálcio, que se formaram devido aos altos níveis de cálcio e oxalato na urina.
  2. Tipo de pedras de fosfato: Essas pedras são formadas quando a alcalinidade da urina é alta. Eles são compostos de fosfatos de cálcio e magnésio.
  3. Tipo de pedras de urato: São pedras compostas de uratos. Eles são formados quando o nível de acidez da urina é alto.

As pedras podem se formar nos rins devido a várias razões, como dieta ruim, uroginia, estilo de vida sedentário, estilo de vida sedentário, fatores genéticos, certas condições médicas e tempo prolongado.

Para evitar a formação de pedras nos rins, é aconselhável cuidar da sua saúde, comer uma dieta saudável, beber água suficiente e ser ativa. Se você já possui pedras nos rins, consulte seu médico para tratamento apropriado.

Tratamento de pedras nos rins

Medicamento

Uma das maneiras de eliminar as concreções renais é o tratamento de medicamentos, que ajuda a interromper o processo de cristalização de sal e impedir a formação de pedras. Dependendo do tipo de concremento, o médico pode prescrever a lista necessária de medicamentos e dosagens.

Litotripsia extracorpórea (ECL)

O ECL é um método de destruir pedras sem cirurgia. Como resultado de pulsos de ultrassom e onda de choque, a pedra se divide e sai com urina. Este método é eficaz para certos tamanhos e localização da pedra.

Tratamento laparoscópico

O tratamento laparoscópico é usado quando a pedra renal é maior ou não se divide com a ECL. O médico insere instrumentos através de pequenas incisões na pele e remove a pedra. Este método fornece uma recuperação rápida e é minimamente invasiva.

Cirurgia aberta

A cirurgia aberta é usada para cálculos grandes e quando outros métodos não podem ajudar. O cirurgião faz uma incisão na lateral ou no abdômen do paciente e remove a pedra do rim.

Medicamentos para tratar concreções renais

As concreções renais podem causar dor intensa, retenção urinária e outros desconfortos. Vários medicamentos são usados para tratá-los, o que pode ajudar a reduzir o tamanho e acelerar a excreção das pedras.

Um medicamento comum é o alopurinol. Foi desenvolvido para tratar o ácido úrico, que pode ser a causa da formação de cálculos. O medicamento também pode ajudar a prevenir a formação de cálculos novamente.

Outro medicamento, a tansulosina, ajuda a expandir a bexiga e a reduzir os sintomas quando ocorre uma pedra na bexiga. A droga facilita a micção e acelera a excreção de cálculos.

Alguns pacientes podem tomar cistina, o que ajuda a prevenir a formação novamente de concreções do tipo cistina. Também pode ajudar a reduzir o tamanho das pedras existentes e acelerar a sua excreção.

Tomar medicamentos antiinflamatórios como ibuprofeno ou cetoprofeno também pode ser recomendado para reduzir a dor e a inflamação associadas às concreções.

Em alguns casos, pode ser necessária cirurgia ou litotripsia, mas na maioria dos casos, os medicamentos podem ajudar a acelerar o processo de eliminação das concreções renais.

Litotripsia extracorpórea para concreções renais

O que é litotripsia extracorpórea?

A litotripsia extracorpórea é um procedimento não invasivo para destruir cálculos nos rins, ureteres ou bexiga. É realizado por meio de ondas de choque que são transmitidas através da pele e dos tecidos até a pedra, decompondo-a em pequenas partículas que saem junto com a urina.

Como é realizada a litotripsia extracorpórea?

O procedimento é realizado em sala especial em máquina de litotripsia. O paciente deita-se de costas em um sofá ou mesa especial, sobre o qual é colocado um sensor de ultrassom ou raio X para identificar a localização exata do cálculo.

Uma onda de choque é então aplicada na área do rim ou ureter para quebrar o cálculo em pequenas partículas. O procedimento pode causar desconforto ou dor, portanto, analgésicos ou sedativos podem ser prescritos antes do procedimento.

Quais são os benefícios da litotripsia extracorpórea?

  • O método não é invasivo, o que significa que o procedimento não requer a introdução de instrumentos no corpo ou acesso cirúrgico ao sistema geniturinário.
  • O risco de quaisquer complicações associadas à cirurgia invasiva é mínima.
  • É possível evitar um longo período de recuperação após anestesia e cirurgia.

Como qualquer procedimento médico, a litotripsia extracorpórea pode ter riscos e limitações. No entanto, se prescrito e realizado sob a supervisão de profissionais qualificados, pode ser um método eficaz para tratar concreções renais.

Como a remoção cirúrgica das concreções é realizada?

A remoção cirúrgica das concreções renais é uma das opções de tratamento mais eficazes. O procedimento pode ser realizado de duas maneiras: acesso aberto e laparoscópico.

Com acesso aberto, o cirurgião faz uma incisão na pele e tecidos subcutâneos para alcançar o rim e remover a concreção. Este método requer um tempo de recuperação mais longo.

O procedimento laparoscópico envolve a inserção de um tubo fino com uma câmera através de uma pequena incisão no abdômen. Isso permite que o cirurgião remova as concreções usando menos incisões e geralmente requer menos tempo de recuperação.

A remoção cirúrgica das concreções pode ser recomendada se as concreções forem grandes demais para serem lançadas naturalmente ou se causarem infecções ou sangramento repetidos.

Após o procedimento, o paciente pode receber diuréticos para ajudar a acelerar a eliminação da água do corpo, o que pode ajudar a prevenir recorrências. Os antibióticos também podem ser prescritos para prevenir infecções.

Como posso impedir que as concreções renais se formem?

A formação de concreções renais pode ser evitada bebendo fluidos suficientes regularmente. Se a ingestão de água for insuficiente, o nível de concentração de urina aumenta e um ambiente favorável para a formação de concreções é estabelecido. Especialistas sugerem beber de 2 a 3 litros de água por dia.

Além disso, é recomendável evitar alimentos salgados, gordurosos e picantes. O alto teor de sal pode aumentar a concentração de minerais no ácido úrico e levar a concreções. Em vez disso, você deve comer mais frutas e legumes, que contêm fitoquímicos que ajudam a limpar os rins.

Também é importante urinar regularmente e não atrasar o banheiro por longos períodos de tempo. Isso ajuda a impedir a retenção de urina na bexiga e reduz o risco de formação de concrito. O consumo regular de frutas cítricas é igualmente importante, pois elas contêm potássio e magnésio, o que ajuda a reduzir a concentração mineral do ácido úrico.

Finalmente, a atividade física excessiva e os períodos prolongados de descanso devem ser evitados. Isso pode interferir na circulação sanguínea nos rins e levar à formação de concreções. É melhor permanecer em movimento, exercita r-se regularmente e fazer exercícios para fortalecer os músculos da região lombar.

Especialistas envolvidos no diagnóstico e tratamento de cálculos renais

Quando você determina a presença de concrementos nos rins, a primeira coisa que você deve fazer é ver um urologista. Ele realiza um exame geral do paciente e prescreve os testes necessários, como ultrassom renal ou tomografia computadorizada.

Se você for diagnosticado com pedras nos rins, o urologista solicitará ajuda de um cardiologista ou nefrologista, que avaliará o funcionamento dos rins e organizará um tratamento abrangente. Se o nódulo for muito grande, poderá ser necessária uma cirurgia, para a qual o paciente será encaminhado a um oncologista ou cirurgião.

O tratamento pode ser conservador ou cirúrgico e é determinado após a análise dos testes e o estado geral da saúde da pessoa. Dev e-se entender que o diagnóstico e o tratamento do concremento requer uma abordagem profissional e requer a participação de médicos de diferentes especialidades.

Como determinar a probabilidade de formação de concrito e como neutraliz á-los?

Como determinar a probabilidade de formação de concrementos e como resistir a eles?

Se você tem um histórico de formação de concrito, está em risco. No entanto, mesmo pessoas sem histórico de problemas renais podem enfrentar esse problema. Alguns fatores a serem observados podem reduzir as chances de concretões que se formam:

  • Aderir a um regime de bebida. Consuma água suficiente (cerca de 2 litros por dia) e evite demais o seu corpo.
  • Evite o consumo excessivo de alimentos ricos em cálcio (produtos lácteos, queijo etc.).
  • Consuma moderadamente alimentos ricos em oxalato (chocolate, espinafre, ruibarbo, figs, etc.).
  • Evite o consumo excessivo de alimentos ricos em proteínas animais (carne, aves, peixes).
  • Leve um estilo de vida ativo, participe de atividades esportivas, exercícios.

Também vale a pena prestar atenção aos sintomas da formação de concrito: escultura na região lombar, micção frequente, diminuição do volume da urina, a presença de sangue na urina etc. Se você os encontrar, consulte um médico que prescreverá um tratamento abrangente, incluindo dieta, exercício, tomar medicamentos e, em alguns casos, medicamentos prescritos.

É possível tratar concreções renais por conta própria?

É possível tratar os cálculos renais por conta própria?

As concreções renais são uma condição grave que pode levar a complicações e até cirurgia. Portanto, não é recomendável trat á-lo por conta própria sem visitar um médico.

No entanto, existem alguns métodos que podem ser usados como terapia adicional, coordenados com o tratamento prescrito pelo médico. Portanto, você pode beber mais fluidos para acelerar a remoção de pedras nos rins, seguir uma dieta adequada, por exemplo, excluir alimentos gordurosos e picantes da dieta e também manter um estilo de vida ativo, desde que isso seja acordado com o médico.

Mas lembr e-se de que o aut o-tratamento das concreções renais pode levar ao agravamento da doença e, como resultado, Znahodachaetsya, na melhor das hipóteses, forçado a suportar a doença por mais tempo e, na pior das hipóteses, para ficar incapacitado.

O que pode acontecer ao ignorar as concreções renais?

A presença de pedras nos rins pode levar a problemas sérios, e ignorar sua presença pode piorar a situação.

Primeiro de tudo, concreções não detectadas podem bloquear o trato urinário, que pode causar obstrução e inflamação dos rins.

Além disso, a formação avançada de nódulos pode levar ao aumento do tamanho e à função renal prejudicada, o que por sua vez pode levar a problemas mais sérios, como insuficiência renal.

Ignorar as concreções também pode causar dor e desconforto associados à micção, o que por sua vez pode afetar a qualidade de vida.

Assim, se os cálculos renais forem detectados, eles devem ser tratados para evitar possíveis complicações e manter a saúde renal ideal.

Vídeo sobre o assunto:

Q & amp; A:

Que sintomas as concreções renais causam?

As concreções renais podem causar dor durante a micção, micção frequente, sangue na urina e dor nas costas e abdominal.

Quais são as causas das concreções renais?

As principais causas das concreções renais são bebidas insuficientes, nutrição inadequada, predisposição genética e menor atividade de estilo de vida.

Quais são os métodos mais eficazes de tratamento de concreções renais?

Os métodos mais eficazes de tratamento do concremento renal são litotripsia, cirurgia laparoscópica, estágio endoscópico de remoção de pedras localizadas na bexiga.

Qual é o papel da nutrição na ocorrência de concreções renais?

A nutrição adequada desempenha um papel importante na prevenção da ocorrência de concreções renais. Recomend a-se consumir muitos fluidos e vitaminas e excluir da dieta todos os tipos de bebidas que podem levar à formação de pedras.

Existem dietas especiais para prevenir pedras nos rins?

Sim, existem dietas especiais que podem prevenir pedras nos rins. Uma das dietas mais populares é a dieta dasha, que inclui muitas frutas, vegetais e verduras.

O fator genético afeta a ocorrência de concreções renais?

Sim, a genética pode afetar a ocorrência de pedras nos rins. Se houver um histórico familiar de pedras nos rins, o risco de pedras nos rins aumenta.

Quanto tempo o tratamento pode durar o tratamento para as pedras nos rins?

A duração do tratamento para pedras nos rins depende da complexidade e tamanho das pedras. Em média, o tratamento pode durar várias semanas ou meses.

Como posso aumentar o efeito preventivo das pedras nos rins?

Para aumentar o efeito preventivo das pedras nos rins, é necessário observar sua dieta, beber mais líquidos e adotar um estilo de vida saudável, evitando maus hábitos.

O papel da hereditariedade e da idade na ocorrência de concreções renais

As concreções renais podem ocorrer por várias razões, mas a hereditariedade e a idade são dois fatore s-chave que influenciam seu desenvolvimento.

De acordo com a pesquisa médica, a hereditariedade pode ser uma das principais razões para a formação de concreções renais. Se algum dos parentes tiveram problemas renais, uma pessoa pode ter uma predisposição hereditária para form á-los.

A idade também desempenha um papel importante no desenvolvimento de cálculos. À medida que envelhecemos, nossos corpos passam por várias mudanças que podem levar ao aumento da concentração de minerais nos rins. E também uma pessoa pode ter outros problemas médicos com a idade que podem aumentar o risco de desenvolver concreções.

O conselho geral para todas as pessoas, independentemente da hereditariedade e da idade, é influenciar seu estilo de vida e dieta. Beber água suficiente, limitando o consumo de alimentos ricos em sal, álcool e proteínas animais, pode reduzir significativamente a probabilidade de concreções renais.

Como posso evitar a recorrência de concreções renais?

As concreções renais são uma condição comum que pode causar sintomas desagradáveis e levar a complicações graves. Para evitar recorrências da doença, é necessário aderir a várias medidas.

  • Beba mais água. Um dos principais fatores que contribuem para a formação de concrementos é a falta de fluido no corpo. Consuma regularmente água suficiente para manter seus rins adequadamente hidratados.
  • Observe sua dieta. Certos alimentos podem contribuir para a formação de pedras nos rins. Evite carne excessiva, alimentos gordurosos e salgados e álcool. Inclua mais frutas, vegetais e laticínios em sua dieta.
  • Observe a higiene pessoal. Lave as mãos regularmente e pratique uma boa higiene genital para evitar infecções e complicações do trato urinário, como concreções.
  • Monitore sua saúde. Anualmente, passa por um exame do sistema urinário, monitore o nível de cálcio no sangue e na urina. Se alguma anormalidade for detectada, consulte imediatamente um médico.
  • Levar um estilo de vida saudável. Uma dieta saudável, atividade física regular, consumo moderado de álcool e cessação do tabagismo – tudo isso contribui para fortalecer o sistema imunológico, impedir doenças e saúde geral do corpo.

Seguindo estas recomendações, você pode reduzir significativamente o risco de formação de concorrentes e evitar sua recorrência.